Projeto garante leite de qualidade para crianças da região

Projeto garante leite de qualidade para crianças da região

Egressos, acadêmicos e professores da Fafi analisam a qualidade do leite distribuído pelo Programa Leite das Crianças

A qualidade do leite distribuído pelo Programa Leite das Crianças, do governo do estado, tem entre seus aliados químicos e licenciados em ciências biológicas recém-formados pela Faculdade Estadual de Filosofia Ciências e Letras de União da Vitória (Fafi). Estes profissionais coordenados por professores da faculdade desenvolvem um projeto de avaliação química e microbiológica da qualidade do leite distribuído pelo Laticínio Agroindustrial Amazonas de Porto Vitória.
A parceria firmada entre a Fafi, a prefeitura de Porto Vitória e o laticínio recebeu apoio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti).
O projeto intitulado Avaliação das Condições Físico-Químicas, Microbiológicas e da Pasteurização em Amostras de Leite distribuídas para o Programa Leite das Crianças no Município de Porto Vitória, tem a coordenação da mestre Lutécia Hiera da Cruz, com o auxílio dos professores Keller Nicolini, Marcelo R. F. Echterhoff. O objetivo de avaliar a qualidade do leite é de alta relevância considerando a importância na nutrição das crianças além, do pequeno volume de informações sobre a qualidade deste produto que é produzido na região.
Envolvidos nestas atividades estão os egressos do curso de química da Instituição Alexandre Borges Muniz, Elis Fernanda Lerner, do curso de biologia Henriette Cristine Bonfleur, Juliana de Souza e o veterinário Giovani Demeda, que são bolsistas e os acadêmicos do curso de química Ericson Raine Prust, Luciano Alves Bello, Raiane Jaqueline Eisenberg.
Entre as atividades desenvolvidas pela equipe foram realizadas visitas em propriedades, filmagens, fotos, coleta e análises de amostras do leite e cadastramento dos produtores. Um dos resultados mais significativos deste estudo foi apresentado pela Contagem Bacteriana Total (CBT). ”Houve uma diminuição de mais de vinte vezes o valor total do que era apresentado no início das análises”, afirma a coordenadora. Outros parâmetros estão sendo analisados, porém no momento o enfoque maior refere-se ao CBT. A partir destes dados o veterinário presta assistência quanto a técnicas de manejo do gado e orientação quanto a higienização. “A empresa de laticínio está satisfeita pela melhora nestes resultados. O que é excelente, pois eles ganham pela qualidade e nós como consumidores ganhamos porque será um produto melhor para o consumo”, afirma Lutécia

Praça Coronel Amazonas, S/N - Centro Cx. P. 291 - CEP: 84600-000 - União da Vitória - PR - Fone/Fax: (42) 3521-9100