PROFª IVONE DA COSTA MASNIK FAZ O LANÇAMENTO DO SEU LIVRO  “UTOPIA: TRABALHO E EDUCAÇÃO”

            Na noite do último dia 31 de agosto de 2013, ao som de uma excelente música, regada a champanhe e petiscos, a Professora IVONE DA COSTA MASNIK, lançou seu livro Utopia: trabalho e Educação.
Este livro remonta ao romance filosófico “A Utopia”, publicado em 1516 pelo humanista Tomás Morus que faz uma crítica ao regime burguês e analisa o feudalismo em sua decadência, relatando as injustiças e misérias da sociedade feudal do povo inglês sob o reinado de Henrique VIII.
            Ivone da Costa Masnik demonstra que Morus abordou assuntos polêmicos criticando os regimes políticos existentes e mesmo sendo a obra imaginária, marcou a história do socialismo pela edificação de uma sociedade fundamentada e planejada na comunidade dos bens, no sonho de renovação social, centrada nos valores da justiça e felicidade humana. Nessa sociedade imaginária a organização social do trabalho é o elemento facilitador do processo igualitário.
            Morus buscou no platonismo político harmonizar o prazer, preceitos morais cristãos e aprendizagem de técnicas e conhecimentos e partindo da análise de seu presente idealizou uma sociedade justa que é “lugar nenhum”, implicando numa reflexão sobre a realidade vigente, onde o objeto é o relato da vida feliz.
            Neste livro Ivone da Costa Masnik aborda muito bem o trabalho e suas relações e implicações, nos permitindo refletir que a obra de Morus apresenta questões atuais ainda vividas nas sociedades, como o foi há cinco séculos atrás.
            Ao repensar o trabalho e a educação por meio da obra de Morus, a autora nos leva a refletir que é possível a criação de um mundo novo e a transformação de uma sociedade injusta, nos possibilitando o pensar para além da “ordem das coisas”, pois, um mundo sem utopias está encarcerado num presente sem esperanças.
            Ao referir-se a obra a Professora Fahena Porto Horbatiuk afirma:

            Ivone da Costa Masnik expõe, com clareza, sua análise da obra A Utopia, de Thomas Morus, fazendo um levantamento histórico dos conceitos de trabalho, liberdade e igualdade. Demonstra como a educação e o trabalho, para homens e mulheres, eram relacionados, na sociedade de A Utopia, cidade dos sonhos do autor, mas com vistas a uma prática social; com função educativa e mudanças na realidade vigente. Visava ao desenvolvimento das faculdades de cada cidadão. É leitura indispensável a economistas e educadores, e a todos que queiram compreender como as tendências nessas áreas foram-se formando, até o tempo do advogado humanista, Morus, que analisa criticamente a desigualdade social: “Saciar-se de voluptuosidade em meio às dores e gemidos de um povo, não é manter um reino e, sim, uma cadeia [...], a dignidade real não consiste em reinar sobre mendigos, mas sobre homens ricos e felizes.” Morus coloca o trabalho no centro de sua reflexão, como meio para o desenvolvimento das pessoas, e para a manutenção da ordem social, da moral e da dignidade humana. Hoje também a escola é vista como preparação para o crescimento pessoal e habilitação para o trabalho. E como já anunciava Morus, a educação do homem precisa ser permanente. Obras como essa despertam o interesse do leitor por saber um pouco mais do passado das realidades que agora nos circundam e, não raramente, deixam-nos perplexos.

DADOS PROFISSIONAIS DA PROFESSORA IVONE

            IVONE DA COSTA MASNIK inicia sua carreira de educadora ao concluir a Escola Normal (1969), no Colégio Santos Anjos, Porto União –SC.; Cursa Pedagogia (1979), na Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras de União da Vitória - PR.; Especialização em Educação: Alfabetização (1985), na Fundação Educacional do Oeste Catarinense, Joaçaba – SC.; Mestrado em Educação: Fundamentos da Educação (1994), na Universidade Estadual de Maringá, Pr.
            Na docência (1970 – 1980), em Escola Multisseriada, Alfabetização do Mobral, Séries e matérias do 1º Grau e 2º Graus, Educação Integrada. Desempenha a função de Orientadora de Atividades complementares.
Na Supervisão Escolar (1981 – 2000), de 1º Grau e 2º Graus, em nível regional, local e escolar. Membro da Federação Nacional das Associações de Supervisores Educacionais – FENASE, Associação dos Supervisores Escolares de Santa Catarina – ASESC, da qual foi representante na 18ª Região (1981 – 1989). Funda e coordenada o Núcleo dos Supervisores Escolares do Vale do Iguaçu – NUSEVI (1986 a 1989). Participa de congressos estaduais, regionais e nacionais.
            No Magistério do Ensino Superior (1983 – atual) leciona várias disciplinas, nos múltiplos cursos da FAFIUV, sendo constantes e concomitantes as disciplinas de Filosofia da Educação e História da Educação, no Curso de Pedagogia. Atualmente, também, Seminários Temáticos: trabalho pedagógico na educação não escolar, no referido curso. Em 1999, exerce a chefia do Departamento de Educação da FAFIUV.
            Autora e Coordenadora dos Projetos: “A Criança e a Descoberta do Mundo: dificuldades de aprendizagem, aspectos biológicos”, “A Magia de Contar a História do Brasil Para Crianças”, “Educar Para Pensar: ensino de filosofia para crianças” “Vale do Iguaçu: miscigenação étnica”, “Vale do Iguaçu: iconografia da sua gente”, “Memórias: relicário da nossa história”, “Relicário de Memórias: registro da nossa história”.
            Pertence à Sociedade Brasileira de História da Educação e Associação Brasileira de História Oral.
            Publica artigos e resumos em anais de congressos, simpósios e encontros locais, regionais, nacionais e internacionais. E artigos em revistas e em periódicos, revistas e jornais.
A FAFIUV parabeniza a Professora Ivone, por mais essa conquista.

Ms. Elizabete de Fátima dos Santos Gomes Empinotti
Secretária Geral da FAFIUV.

 

Assessoria de Comunicação
Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras

Praça Coronel Amazonas, S/N - Centro Cx. P. 291 - CEP: 84600-000 - União da Vitória - PR - Fone/Fax: (42) 3521-9100