VI Semana e III Colóquio Nacional de História e Historiografia no Vale do Iguaçu (Fafi) foi um sucesso

Dialogando, construindo juntos, desmistificando mitos, demonstrando que grandes historiadores são pessoas comuns, foi dessa forma que o colegiado de História da Faculdade Estadual de Filosofia Ciências e Letras (Fafi) incentivou o debate entre acadêmicos e estudiosos em sua VI Semana e III Colóquio Nacional de História e Historiografia no Vale do Iguaçu entre os dias 26 de maio e 2 de junho. O evento que se destaca pela possibilidade de grandes pesquisadores discutirem com o público presente, trabalhou os Contextos e repercussões da história colonial brasileira, considerando os 200 anos da chegada da família real ao Brasil.
O coordenador do curso, professor Ilton César Martins, conta que propôs a temática Brasil Colônia no ano passado. A proposta inicial era a de propor uma reflexão sobre o ser historiador e o ser professor de História, agora as reflexões estão voltadas a temáticas mais específicas como: indígenas, jesuítas, Inconfidência Mineira, maçonaria e sociabilidades, Igreja, escravidão e sertões. “Nunca perdemos de vista que os temas teriam que ser trabalhados por nomes realmente expressivos dentro da historiografia, o que tem sido a grande marca do nosso evento”, diz o professor Ilton. Esse ano, os acadêmicos também apresentaram as suas pesquisas.
Os dois eventos preencheram a semana com palestras, debates, exposição de filmes e peça teatral, em destaque grandes historiadores, a participação atenta e comprometida dos alunos e o apoio da direção. “O objetivo maior é colocar a Fafi e o seu curso de História na lista dos bons eventos em História que ocorrem no Brasil, fazer o curso e seus professores ganharem visibilidade perante outras Instituições e mostrar que podemos estar numa cidade pequena, mas não pensamos pequeno e fazemos grandes coisas”, afirma o professor Ilton.
Em busca desse objetivo, a coordenação do colegiado se empenhou para reunir nomes de alto nível para expor diversos temas. A abertura do evento contou com a presença do professor Dr. Estevão de Rezende Martins (UNB) com a palestra A exemplaridade da história: Prática e vivência do ensino.
Na segunda noite, a professora Glória Kok, discutiu A disputa pelo espaço simbólico entre jesuítas e xamãs, seguida pelo debate conduzido pelo professor João Furtado sobre Tiradentes e a Inconfidência Mineira.
A ação da franco-maçonaria no processo de Independência do Brasil foi o tema da palestra ministrada pelo professor Alexandre Masur Barata. A professora Iara Lis Schiavinatto explorou As diferentes formas de sociabilidade às vésperas da Independência.
Tribunal Eclesiástico foi o tema explorado pela professora Maria do Carmo, que relatou a ação da Igreja Católica durante o Brasil Colonial e o período Inquisitorial.
Durante a semana, foram expostos filmes pelos professores André Bueno e Everton Grein e outras comunicações de pesquisadores de diferentes instituições do Paraná, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul. Um teatro sobre o Contestado foi encenado pelos professores do colegiado de História da Fafi.
Para fechar a movimentada Semana, o professor Michel Kobelinski apresentou parte de sua pesquisa de doutorado sobre os sertões da Capitania de São Paulo e a conquista dos Campos de Guarapuava e o coordenador do curso, professor Ilton, expôs A relação entre escravidão negra africana e a Igreja Católica.
Acadêmicos do curso de História de Irati, da Universidade Federal do Paraná, da UFMT e de outras instituições também prestigiaram a Semana. O coordenador, que agora já trabalha na publicação dos Anais do evento e no livro com as palestras, acredita que a presença de professores que atuam na área e que participaram do evento, fez com que tivessem uma grande oportunidade para melhorar a qualidade das informações trabalhadas em sala de aula.

 

Assessoria de Comunicação
Coordenadora: Patrícia dos Santos de Souza
Acadêmicas: Josiane Fontana e Wannessa Stenzel

Praça Coronel Amazonas, S/N - Centro Cx. P. 291 - CEP: 84600-000 - União da Vitória - PR - Fone/Fax: (42) 3521-9100