Preenchimento de vagas ociosas será unificado na Unespar

   
   O preenchimento de todas as vagas ofertas pelos cursos de graduação é uma meta da Universidade Estadual do Paraná (Unespar). Uma das ações que será realizada a partir deste ano visando alcançar o objetivo é a unificação dos processos para ocupação das vagas ociosas. A Pró-reitoria de Ensino de Graduação (Prograd) já definiu as linhas gerais para que a implementação ocorra e prevê divulgar o edital com todas as informações em março.
   A proposta é atingir grupos diferentes daqueles que procuram o vestibular ou o Sistema de Seleção Unificada (SiSU). “O vestibular e o SiSU são as formas tradicionais que adotamos para ingresso de estudantes, mas queremos trazer para a instituição quem desistiu ou trancou os cursos, quem precisa de transferência e até quem deseja realizar uma segunda graduação”, detalha o diretor de Registros Acadêmicos, Angelo Marcotti.
   De acordo com o reitor da Unespar, professor Antonio Carlos Aleixo, são inúmeros os motivos que levam um estudante a trancar ou a desistir. “A universidade deve se preocupar em oportunizar que os acadêmicos retornem e concluam seus cursos e que todas as vagas estejam ocupadas. Temos pensado em estratégias para isso. É um compromisso que assumimos com todas as outras responsabilidades de uma universidade pública”, afirma
   
Opções
A Unespar disponibiliza seis formas de ingresso para preenchimento das vagas ociosas. Uma das opções é o reingresso de estudantes com matrícula trancada em que pode-se retornar para o curso desde que o trancamento não tenha atingido mais de dois anos.
   Os desistentes de cursos também poderão voltar para a universidade. Para isso, a coordenação do curso fará a análise do currículo do interessado e poderá autorizar a retomada das atividades havendo a possibilidade de absorção e adaptação no curso.
   A transferência de turno e transferência interna de cursos são outras duas formas possíveis. Nesse último caso, a mudança do curso pode ocorrer se o interessado tiver integralizado pelo menos 15% da carga horária total do curso ao qual está vinculado e se adequar as regras de matrículas conforme regimento da instituição.
   Estudantes de outras instituições de Ensino Superior também podem solicitar a transferência para a Unespar e candidatos já graduados têm a chance de ingressar em novo curso de graduação.
   
Vagas
Dentre as opções, apenas aos portadores de diploma será cobrada taxa de inscrição no processo. A expectativa é que o período de solicitação de vagas ocorra também em março para que os selecionados iniciem o ano letivo junto aos demais estudantes.
   Marcotti argumenta que as matrículas efetuadas após vestibular e SiSU e as rematrículas dos veteranos é que vão determinar quais são os cursos, turnos e a quantidade de vagas disponíveis. “Pode acontecer de alguns cursos não serem incluídos no processo por não possuírem vagas”, acrescenta.
   A classificação dos candidatos será feita pela ordem decrescente, levando em consideração a maior carga horária cumprida com aproveitamento ou dispensa de componentes curriculares do currículo do curso de origem; maior número de componentes curriculares cumpridos com aproveitamento ou dispensa do currículo do curso de origem; e maior média global acumulada.
   
   
   
Cássio Henrique Ceniz
Unespar | Universidade Estadual do Paraná
Jornalista | Assessoria de Comunicação

Assessoria de Comunicação
FAFIUV

Praça Coronel Amazonas, S/N - Centro Cx. P. 291 - CEP: 84600-000 - União da Vitória - PR - Fone/Fax: (42) 3521-9100