Professoras de Pedagogia da FAFIUV apresentam pesquisa durante a 60ª Reunião da SBPC na Unicamp

As professoras do Curso de Pedagogia da Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras de União da Vitória, Esp. Cláudia Ap. Bonk, Ms. Márcia Marlene Stentzler e Ms. Valéria Ap. Schena, apresentaram resultados de suas pesquisas na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), onde foi realizada  a 60ª reunião da SBPC – Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, sendo este, o principal evento nacional a reunir debates sobre ciência, cultura e sociedade. O mesmo ocorreu entre os dias 13 e 18 de julho, em Barão Geraldo.
Há 60 anos a cidade de Campinas, no Estado de São Paulo, foi o local escolhido para a realização da primeira reunião anual da SBPC, que contou com a participação de 104 cientistas e amigos da ciência. Esse primeiro encontro, em outubro de 1949, marcou a forma como a SBPC se pronunciaria sobre os diversos eventos científicos nacionais. Outras duas reuniões anuais aconteceram na UNICAMP, em 1963 e 1982, e agora a SBPC retornou a cidade para celebrar 60 anos de uma história que sempre esteve muito próxima e atuante em momentos significativos da vida nacional. Momentos e fatos científicos, sociais e políticos, que moldaram a ciência brasileira, com avanços importantes, mas ainda com muitos desafios pela frente.
Marco Antônio Raupp (Pres. da SBPC) e José Tadeu Jorge (Reitor da UNICAMP), salientam que nas  últimas décadas o Brasil desenvolveu um sistema forte de Pós-graduação, Pesquisa e desenvolvimento, e com isto a nossa ciência já tem papel de destaque no cenário internacional. No entanto, essa base científica cresceu separada do setor produtivo. A industrialização, iniciada no país durante a primeira metade do século XX, seguiu um modelo importador de tecnologias, que hoje caracteriza o mundo globalizado.
Destacam ainda, que o tema desta reunião “Energia, Ambiente e Tecnologia”, explorou e discutiu os caminhos a seguir para buscar a inserção do conhecimento científico no setor produtivo e, como conseqüência, na capacidade de inovação industrial atrelado ao respeito ao meio ambiente. O desenvolvimento e uso de tecnologias e processos de inovação, apoiados pela pesquisa básica já existente na solução de problemas energéticos, do meio ambiente e da produção de alimentos, diminuição das desigualdades regionais, inclusive nos centros geradores de ciência, ainda concentrados em algumas regiões e a busca permanente da qualidade na educação são hoje os maiores desafios a enfrentar.
O evento constituiu-se em: a) Programação Científica - Conferências, simpósios, mesas redondas, minicursos e apresentações de pôsteres. Cerca de 300 atividades que envolveram diretamente a participação de mais de 600 cientistas e personalidades da política. b) SBPC Jovem - 40 minicursos, 70 oficinas, 12 palestras, 80 comunicações orais, 11 apresentações culturais e diversas exposições que buscaram aproximar os estudantes do ensino fundamental e médio do conhecimento científico e cultural. c) SBPC Cultural - Apresentação nos mais variados espaços e horários de uma ampla e diversificada programação cultural (adulta e infantil), contemplando música, dança, teatro e mostras e visando a valoração da cultura local.. d) ExpoT&C e Feira do Livro A ExpoT&C reúne algumas das principais empresas, institutos, agências de fomento e entidades governamentais que, de alguma forma, estão ligados ao desenvolvimento da ciência e da tecnologia. Já a Feira do Livro reúne editoras e livrarias que trazem, entre outros, livros específicos para atender ao interesse acadêmico. Haverá venda no local. Para ambas, o acesso é livre.


Prof. Ms. Valéria Ap. Schena
 e Prof. Ms. Márcia Marlene Stentzler 
Coordenadora do Curso de Pedagogia FAFI

Prof. Ms. Márcia Marlene Stentzler apresentou o trabalho “Projeto Sempre é Tempo de Saber: educando para incluir pessoas da terceira idade no século XXI”.  Destacou-se pela relevante e atual temática educacional para a Terceira Idade, com as atividades direcionadas para a Inclusão digital e social, por meio de alfabetização digital, das letras e práticas de letramento. Este projeto faz parte do Programa Universidade Sem Fronteiras, sendo desenvolvido na FAFI desde o ano 2005.


Prof. Ms. Valéria Ap. Schena apresentou a pesquisa: Estudo Sobre O Construtivismo nas Séries Iniciais do Ensino Fundamental com Enfoque na Rede Particular de Ensino. Esta pesquisa fez parte de um estudo a respeito da teoria construtivista e sua aplicação nas escolas particulares dos Municípios de Porto União e União da Vitória.

Prof. Esp. Claudia Ap. Bonk Este trabalho pautou-se em organizar atividades compatíveis com o nível de desenvolvimento dos educandos, por meio de técnicas dramáticas, expressão corporal, conhecimento básico do teatro e interpretação de texto. A pesquisa ocorreu na Instituição intitulada Clube dos Amiguinhos do município de Bituruna – PR, ao todo vinte e três crianças e adolescentes participaram das atividades. 

FOTOS:

 

ABERTURA DA SBPC (13/07/2008) – UNICAMP

 

PROFª VALÉRIA SCHENA, PROFª MARCIA STENTZLER NA FEIRA DE LIVROS DA SBPC

 

PROFª CLAUDIA BONK NA FEIRA DE LIVROS DA SBPC 

 

EXPOSIÇÃO DE PÔSTER (TRABALHOS CIENTÍFICOS APRESENTADOS NO EVENTO DA SBPC) 

 

PROFª CLAUDIA BONK – PÔSTER  

 

PROF. VALÉRIA SCHENA – PÔSTER 

 

PROF. ROBERT EVAN VERHINE (UFBA)
    PROF. SILKE WEBER (UFPE)
      PROFª MARCIA STENTZLER

 

ASTRONAUTA MARCOS PONTES, MARCO ANTONIO RAUPP - PRESIDENTE DA SBPC 

 

PROFª MARCIA STENTZLER – APRESENTAÇÃO DE PÔSTER 

 

PROF.Marcia (FAFI) PROF. MARCIA AGUIAR (PRESIDENTE DA ANPED)
PROF. VALÉRIA ( FAFI) PROF. REGINA GRACINDO (UNB) PROF. CLAUDIA (FAFI)

Praça Coronel Amazonas, S/N - Centro Cx. P. 291 - CEP: 84600-000 - União da Vitória - PR - Fone/Fax: (42) 3521-9100