Professora da Fafiuv participa de congresso internacional

O 15 º Congresso Mundial de Lingüística Aplicada realizado em agosto na Alemanha contou com 1,4 mil apresentadores. Entre eles, estavam a professora da Fafiuv, Karim Brito, juntamente com a professora da UFPR, Márcia Fernandes

 

            Do corredor até a sala dos professores, a prof.ª Dnda. Karim Siebeneicher Brito teve um atraso de percurso. O atraso teve uma explicação. Carinhosamente, a professora foi abordada por professores e acadêmicos da Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras (Fafiuv). Seguida de parabenizações, a pergunta coletiva referiu-se à participação da professora Karim no 15º Congresso Mundial de Lingüística Aplicada (Aila), que aconteceu entre os dias 24 e 29 de agosto, em Essen, na Alemanha. Para essa participação, ela contou com o apoio da Fundação Araucária e da Fafiuv.
            A professora da Fafiuv, juntamente com sua orientadora de doutorado, professora da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Dr.ª Márcia Helena Alves Boëchat Fernandes, apresentaram no dia 29 a pesquisa intitulada Descobertas neuropsicolingüísticas no multilingüismo individual.
            Satisfeita com a participação no congresso da Aila, a professora Karim faz questão de relatar sua experiência profissional. “Foi muito gratificante. A nossa pequena contribuição no congresso, juntamente com as outras contribuições de professores e especialistas da área, é o que move o conhecimento”, afirma.
           
Aila
           O congresso traz como tema "Multilingüismo: desafios e oportunidades". A professora da Fafiuv acrescenta que a evidência está na questão da diversidade. Pois durante os dias de atividades, comissões de diversos países que estudam os aspectos da língua em uso, discutiram a respeito das várias formas de linguagens que podem ser encontradas nas esferas profissionais. Reuniram-se cerca de 1,4 mil apresentadores do mundo todo.

Pesquisas
            Em sua tese de mestrado, Aprendizagem de mais de uma língua estrangeira: a influência da língua precedente, a professora Karim fez a análise de dez pesquisas correlatas em comparação com a que deu origem à teoria de sua orientadora, Dr.ª Márcia Fernandes. A proposta do estudo sugerido pela orientadora era a de descobrir a realidade do aprendiz de mais de uma língua estrangeira.
Já a pesquisa para o doutorado tem como tema Línguas estrangeiras na educação básica brasileira: o aprendiz multilíngüe. “O sujeito multilíngüe é alguém único, mas é perpassado por todas as línguas que ele conhece, domina e usa. O bilíngüe ou multilíngüe utiliza cada uma de suas línguas em situações diversas, com propósitos diversos e com pessoas diferentes”.


           

Fotos:

Professora da UFPR, Dr.ª  Márcia Fernandes e a professora da Fafiuv, Dnda. Karim Brito, em Essen, na Alemanha

 

Professoras Márcia e Karim durante apresentação da pesquisa Descobertas neuropsicolingüísticas no multilingüismo individual

 

 

 

 

Assessoria de Comunicação
Coordenadora: Patrícia dos Santos de Souza
Acadêmica: Wannessa Stenzel 

 

 



Praça Coronel Amazonas, S/N - Centro Cx. P. 291 - CEP: 84600-000 - União da Vitória - PR - Fone/Fax: (42) 3521-9100