Professor da Fafiuv conquista o título de mestre em Desenvolvimento Regional

Marcos Vieira defendeu a tese em dezembro do ano passado na UNC de Canoinhas

 

           
            O professor de Química e Análise Instrumental da Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras (Fafiuv), Marcos Vieira, iniciou o ano de 2009 com muitos elogios. Resultado da sua dedicação para concluir a dissertação de mestrado. Para tanto, alguns passos foram fundamentais para a sua conquista; estudo, leituras, disciplina e envolvimento com o tema. O título de mestre em Desenvolvimento Regional pela Universidade do Contestado - UNC Campus Universitário de Canoinhas - veio decorrente da defesa da dissertação no dia 5 de dezembro do ano passado.
            Com o tema Análise do setor de plantas medicinais como alternativa de desenvolvimento regional para o estado de Santa Catarina, o professor Marcos enfatiza a preocupação com a formação de novas competências, assim como com o desenvolvimento regional. “Muito embora o título seja uma conquista pessoal, concentrei os estudos em um tema que também surtisse resultados para a comunidade. A pesquisa incentiva a produção de plantas medicinais como alternativa de vida”, afirma.
             Orientado pelo professor da UNC, Dr. Juliano Nunes Wendt, o projeto contou com a investigação de 17 indústrias de medicamento com o objetivo de conhecer o potencial para a produção de medicamento fitoterápico no Estado. “A pesquisa consistiu em uma análise de contribuição qualitativa em um estudo científico em que nós priorizamos o desenvolvimento regional. Todo o setor, seja ele industrial ou não, pode ser visto com uma luz da ciência de desenvolvimento regional como cadeia produtiva ou como uma rede sócio técnica”.
Para o professor, a cadeia produtiva consiste na instalação de indústrias geograficamente bem localizadas, mas que em síntese, não trazem muita vantagem para a região. Segundo o mestre, quando essa cadeia produtiva se organiza, ela se transforma em uma rede sócio técnica que é uma organização de indústrias úteis para a comunidade e economicamente viável. A intenção é mostrar para os produtores rurais do Sul do Paraná e Norte Catarinense que a região possui um potencial para a produção de plantas medicinais que pode ser transformado em investimento.

Planos
            De acordo com o professor Marcos, o que se pretende com o projeto é oferecer cursos de extensão através da Fafiuv para a comunidade. Há dez meses, a Instituição programa cursos de extensão para os moradores do bairro Bela Vista do Toldo em Porto União. “A idéia dos cursos é demonstrar ao produtor rural que a nossa região possui potencial de plantas medicinais; também dar subsídios para o produtor no que concerne às linhas de crédito para o seu novo negócio; e extensão de caráter econômico”.

 

Foto


Professor de Química e Análise Instrumental da Fafiuv, Ms. Marcos Vieira

 

 

Assessoria de Comunicação
Coordenadora: Patrícia dos Santos de Souza
Acadêmicas: Wannessa Stenzel

Praça Coronel Amazonas, S/N - Centro Cx. P. 291 - CEP: 84600-000 - União da Vitória - PR - Fone/Fax: (42) 3521-9100