Miguel Sanches Neto inaugura o Clube do Livro

O projeto que incentiva a leitura é uma parceria entre a Fundação de Cultura de União da Vitória e o Colegiado de Letras da Fafiuv


           O crítico literário e escritor, Miguel Sanches Neto, inaugurou na noite sexta-feira, 18, o projeto Clube do Livro. O projeto que incentiva a leitura é uma parceria entre a Fundação de Cultura de União da Vitória e o Colegiado de Letras da Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras (Fafiuv). O escritor envolveu o público presente no Salão Nobre da Instituição com um bate papo irreverente e arraigado de experiência profissional. Miguel que é cronista do jornal Gazeta do Povo, falou sobre seu mais recente livro, A Primeira Mulher.

Conheça o escritor
            Sanches Neto nasceu em 1965 em Bela Vista do Paraíso – Norte do Paraná. Em 1969, mudou-se para Peabiru, onde passou a infância. Fez o ensino médio no Colégio Agrícola de Campo Mourão (1980-1982). Cursou Letras na FAFIMAN (1984-1986). Especializou-se em Literatura Brasileira na Pontifícia Universidade Católica do Paraná, em Curitiba – 1989. Cursou o mestrado em Teoria Literária na UFSC (1990-1992). É doutor em Letras pela Unicamp (1994-1998) e professor-assistente de literatura brasileira na Universidade Estadual de Ponta Grossa desde 1993. Foi Diretor-Presidente da Imprensa Oficial do Estado do Paraná (1999-2002) e é Pró-Reitor de Extensão e Assuntos Culturais da UEPG desde 2006.
            Estreou com Inscrições a giz (1991), vencedor do Prêmio Nacional Luís Delfino de Poesia de 1989. Cronista da Gazeta do Povo, recebeu, entre outros, os prêmios Cruz e Sousa (2002) e Binacional das Artes e da Cultura Brasil-Argentina (2005). É autor dos romances: Chove sobre minha infância (Record, 2000), Um amor anarquista (Record, 2005), A primeira mulher (Record, 2008). Contos: Hóspede secreto (Record, 2003), Primeiros contos (Arte e Letra, 2008). Crônicas: Herdando uma biblioteca (Record, 2004), Impurezas amorosas (Leitura, 2006). Poemas: Venho de um país obscuro (Bertrand Brasil, 2005), Abandono (Edição fora de mercado, 2003), Pisador de horizontes (Editora UEPG, 2006). Infanto-juvenis: Estatutos de um novo mundo para as crianças (Bertrand do Brasil, 2005), Amanda vai amamentar (Bertrand do Brasil, 2005), O rinoceronte ri (Record, 2006), Estatutos de um novo mundo para os animais (Bertrand do Brasil, 2007), A cobra que não sabia cobrar (Global, 2006), Amor de menino (Record, 2008), A guerra do chiclete (Editora Positivo, 2008). Organização de antologias: Contos para ler em viagem. Rio de Janeiro: Record, 2005, Contos para ler na cama. Rio de Janeiro: Record, 2005, Contos para ler ouvindo música. Rio de Janeiro: Record, 2005, Contos para ler no bar. Rio de Janeiro: Record, 2007, Contos para ler na escola. Rio de Janeiro: Record, 2007, MACHADO DE ASSIS. O ideal do crítico. Rio de Janeiro: José Olympio, 2008, Ficção: histórias para o prazer da leitura. Belo Horizonte: Editora Leitura, 2007, Os 100 melhores sonetos clássicos da língua portuguesa. Belo Horizonte: Editora Leitura, 2008.
            Participação em Antologias: “Vermelho envelhecido”, in 21 histórias de amor. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 2002, “Adeus”, in Os cem menores contos brasileiros do século. São Paulo: Ateliê Editorial, 2004, “Redentor”, in Contos cruéis: as narrativas mais violentas da literatura brasileira contemporânea. São Paulo: Geração Editorial, 2006, “Otacília disse”, in Quartas histórias: contos baseados em narrativas de Guimarães Rosa. São Paulo: Geração Editorial, 2006, “Jogar com os mortos”, in 11 histórias de futebol. São Paulo: Nova Alexandria, 2006. Reeditado em A bola gira com o mundo. São Paulo: Nova Alexandria, 2006, “Abença, pai”, in Recontando Machado. Rio de Janeiro: Record, 2008, “O herdeiro”, in Travessias singulares. São Paulo: Casarão do Verbo, 2008, “Teoria e prática” e “Previdência”, in Contos comprimidos. Porto Alegre: Casa Verde, 2008, “Dos diários de um homem comum”, in Todas as guerras. Rio de Janeiro: Bertrand do Brasil, 2009, “Querida J.”, in Carta para você: declaração de amor em tempos modernos. Rio de Janeiro: Alfaguara, 2009.
           Participação em revista e jornal: História do fim do mundo – novela. Publicada em 8 partes no jornal literário Rascunho. Curitiba: setembro de 2008 (n. 101) a abril de 2009 (n. 108), “O projeto da casa” e “Dueto”. In Poesia sempre. Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional, número 29, ano 15, 2008, “Andar de bicicletas”, in Arte & letra: estórias- edição B. Curitiba: Arte & Letra, junho/julho/agosto de 2008, “Então você quer ser escritor?”, in Granta n. 4 - Ambição. Rio de Janeiro: Alfaguara, 2009. No exterior: Romances: Llueve sobre mi infancia. Barcelona: Poliedro, 2004. Un amor anarquista. Rosário (Argentina): Beatriz Viterbo, 2005.

 

Fotos

Praça Coronel Amazonas, S/N - Centro Cx. P. 291 - CEP: 84600-000 - União da Vitória - PR - Fone/Fax: (42) 3521-9100