Membros da Afati revelam como transformar a terceira idade na Melhor Idade

O bom humor foi apontado como a peça chave

 

 

            Quem é que não deseja ter um envelhecimento tranqüilo e saudável?

           A simpática Júlia Rucinski, que faz parte da Associação da Faculdade da Terceira Idade (Afati) da Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras (Fafiuv), não pensou duas vezes para responder esta questão. Aos 76 anos de idade, dona Julia, como é conhecida, considera-se uma mocinha de 20 anos. Sua energia vai além das palavras. Em menos de um minuto, dona Júlia é capaz de fazer inúmeras atividades ao mesmo tempo. Ela conversa, diverte os amigos, dança e esbanja alegria. A simplicidade e a calma de dona Júlia fizeram com que uma hora de entrevista, parecerem poucos minutos.. A história dela é exemplo de amor pela vida. Pois, segundo ela, a cada comemoração de seu aniversário representa mais um ano de vida, o que significa dizer, mais um ano de vida bem vivido. Esta história de “velhice” para ela é balela. “Velhice não existe. O que existe é a vida. Devemos viver cada etapa da nossa existencia com muito amor”, afirma.

 

Júlia, a famosa

            Júlia é famosa na sua cidade de morada que é Porto União. Lá, ela é conhecida pela sua beleza. Vencedora do concurso da Mais Bela Idosa do município, Júlia foi além. Representou em 2006 o município no concurso da Mais Bela Idosa de Santa Catarina em Balneário Camboriu. Charme foi o que não lhe faltou. Ela encantou aos jurados com a beleza dos curtos cabelos grisalhos que aliado com os adereços em tons de prata embelezaram ainda mais o brilho dos seus olhos. O título conquistado foi o de Miss Simpatia. Também pudera, esta é uma virtude que não lhe falta. “Eu conheço toda a cidade de Porto União por isso onde eu vou tenho um amigo”.

 

A melhor fase, a da melhor idade  

           Júlia considera a fase que vive hoje como a melhor idade. Ela explica que dispoe de tempo para fazer tudo o que gosta. Em especial, confeccionar lindos colares feitos com miçangas. Ela considera o trabalho que faz como a “melhor idade fazendo arte”, pois melhora a sua qualidade de vida e ainda lhe oferece perspectivas de renda. Ah! Sem esquecer que dona Júlia se distrai com o seu quintal, que para ela é uma terapia.

 

Segredo da melhor idade

           A Miss Simpatia faz questão de divulgar o segredo da melhor idade:

- Ser boazinha;

- Amizade;

- Ajudar o proximo;

- Ter bom coração.

 

Qualidade de vida

            A história da dona Júlia é apenas uma entre milhares histórias espalhadas pelo Brasil de pessoas acima de 60 anos que buscam a qualidade de vida na melhor idade. O objetivo desta reportagem é mostrar que é possível ter uma vida centenária com saúde e disposição. Isso tudo depende de você! Por isso escolhemos dois membros da Afati para contarem as suas histórias. Também buscamos um geriatra para falar sobre o assunto. Confira.

 

Geriatria

           O geriatra de Porto União e União da Vitória, Dr. James Yared, considera-se um agraciado por Deus por estar nesta profissão. Pois cada paciente é atendido com o maior carinho do mundo. O Dr. James não exita em recomendar para cada paciente atividades que lhes proporcionem qualidade de vida. O doutor explica que é um erro associar o envelhecimento a uma piora inevitável na qualidade de vida. “Ao contrário, o ganho pode ser enorme. Afinal, essa é a fase propícia para desfrutar o tempo livre, desde que, é óbvio, a saúde esteja bem”.

 

Expectativa de vida

            Um estudo divulgado na publicação cientifica The Lancet revela que se a corrente expectativa de vida continuar, mais da metade das crianças nascidas em países ricos desde o ano 2000, vai viver até 100 anos de idade e terão, ainda, mais qualidade de vida e menor risco de contrair doenças do que as pessoas idosas em gerações anteriores.

           O Dr. James nos coloca que o Brasil ocupa, hoje, a 10ª posição dos países do mundo em idosos. De acordo com o geriatra, estima-se que em 2025 o Brasil será o 6º país no mundo em idosos, onde teremos um contingente de mais de 34 milhões de idosos, isto é, pessoas acima de 60 anos.

 

Hábitos saudáveis

           O Dr. James orienta para que os idosos mantenham os hábitos saudáveis. São eles: sono é muito importante para a saúde mental e física do ser humano, pois uma boa noite de sono descansa, relaxa e revitaliza todo o organismo; Evitar o fumo, drogas, bebida alcoólica em excesso e os ambientes poluídos, é extremante importante para um envelhecimento saudável; Manter hábitos saudáveis, como atividade social, que é ótima para o combate a depressão e solidão. Atividades intelectuais, como a leitura e jogos, para a preservação da memória.

 

Alimentação

            A boa alimentação com muitas frutas e verduras, evitar gorduras e doces. Atividade física, muito importante para o bom envelhecimento, pois ajuda a prevenir e controlar doenças como diabetes, obesidade, hipertensão, osteoporose, colesterol alto, doenças do coração, diminuição no uso de medicamentos, melhoramento da disposição diária e evita estresse e depressão. Seguindo essas dicas você terá um envelhecimento mais saudável e feliz.

 

Com a bola toda

            Experiência de vida é o que não falta para o galã de cabelos grisalhos, Nelson de Campos. Ele também faz parte da Afafi. Semanalmente lá esta ele, participando das reuniões que acontecem nas quartas-feiras na Fafiuv.

Aos 83 anos de idade, ele esbanja elegância.  De boa aparência, é a sua memória que mais chama a atenção. Ele fala de sua vida nos mínimos detalhes. Como ele mesmo conta, o seu Nelson é assim: paulista de nascimento, mas que morou por muitos anos nos Estados Unidos. A cada palavra dita é uma mistura da Língua Portuguesa com a Inglesa. Seu Nelson afirma que o segredo para a melhor idade é não ficar parado. “Quem fica parado é gente velha (risos)”.

           Seu Nelson que já trabalhou na empresa Wolksvagem, foi caminhoneiro, cuidou de propriedades nos EUA e até ajudou a montar uma área para esquiar no País, hoje trabalha em Porto União com a técnica de vitrais - que são elementos arquitetônicos constituídos por pedaços de vidro, geralmente coloridos, combinados para formar desenhos -, que aprendeu fora do Brasil. Ele lembra que feitos sob encomenda, em menos de uma semana o vitral está pronto para enfeitar um lar do município.

 

Bons hábitos

- Nunca é demais repetir: alimente-se direito e pratique exercícios físicos para garantir boa disposição.

- O que não falta agora é tempo livre. Então, procure atividades que lhe dêem prazer — jogar cartas, dançar, ler, viajar, fazer um trabalho voluntário...

Divirta-se!

Fonte: http://saude.abril.com.br/">http://saude.abril.com.br

 

 

Fotos

Simpática Júlia Rucinski

Nelson de Campos, o galã de cabelos grisalhos

 

 

Assessoria de Comunicação  

 

Coordenadora: Ana Paula Such  

Acadêmica: Wannessa Stenzel 

Praça Coronel Amazonas, S/N - Centro Cx. P. 291 - CEP: 84600-000 - União da Vitória - PR - Fone/Fax: (42) 3521-9100