Fafiuv inicia projeto em quatro áreas


 
São mais de 100 acadêmicos e docentes envolvidos


 
            “É com muito prazer que estamos recebendo todos vocês”, disse a coordenadora do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Pesquisa (Pibid), professora Ms. Márcia Marlene Stentzler na primeira fala da noite de segunda-feira,12, no salão nobre da Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras (Fafiuv) que foi palco da abertura oficial do programa de bolsas do Pibid.
            Foram apresentados os quatro projetos que envolvem os colegiados de Pedagogia, Geografia, Química e História (num intercâmbio ainda com Biologia e Matemática) – ao todo são 84 acadêmicos bolsistas participando, coordenação geral, coordenação institucional, um coordenador para cada um dos quatro projetos e professores supervisores nas escolas inseridas no projeto.
            A vice-diretora da Fafiuv, professora Ms. Leni Trentim Gaspari, no seu comentário de boas-vindas, lembrou que é mais um grande feito dentro do contexto acadêmico para a Instituição Cinquentenária. “Com imenso orgulho que iniciamos mais esses quatro projetos. Apenas duas faculdades no Brasil foram contempladas nesse intercâmbio proposto pelo Pibid, por meio desse edital que participamos, e nos orgulhamos por isso”, declarou. A vice-diretora agradeceu o apoio da prefeitura de União da Vitória, na pessoa da Secretária Municipal de Educação (Semed), Marli Brugnago, presente ao evento.
            A professora Ms. Helena Edilamar Buch coordena o projeto Alfabetização Ecológica e das Letras – uma interelação entre o ensino fundamental e superior. Ao todo são 20 acadêmicos dos cursos de Pedagogia e Geografia. As escolas contempladas são Escola Municipal Dario Bordin, no distrito de São Cristóvão, a Escola Escola Municipal Lina Forte,  e a Escola Municipal Judite Goés de Lima ambas no Bairro Rio d’Areia também. O enfoque principal é construir valores ambientais que fundamentem uma alfabetização ecológica. “Visamos uma mudança de atitude, de forma a construir um ambiente sustentável”, atesta a professora Edilamar.  “Desta forma equilibrar a ecologia com a alfabetização das letras”, completa.
 
            A Esp. Erna Gohl coordena um projeto de “algo mais”, segundo ela própria. O projeto denomina-se Química e Astronomia: Uma Conjunção Interdisciplinar. São ao todo 24 acadêmicos de Química, Biologia e Matemática que irão trabalhar em quatro escolas: Escola Municipal Dille Testi Capriglione., no Bairro João Paulo II, Escola Municipal Interventor Manoel Ribas, no Rio Vermelho; Escola Municipal Maridalva de Fátima Palamar, no Bairro São Braz e a Escola Municipal Vitória Fernandes no centro. O enfoque principal do projeto é deixar que as crianças aprendam, de forma simples, os acontecimentos da vida cotidiana. “Poderão medir a pluviosidade da chuva e saber se dá diferença para outra região da cidade, analisar se a chuva é ácida”, completa Erna.
            A professora Ms. Rosana Beatriz Ansai no Projeto denominado Mão Amiga são 20 acadêmicas, na sua maioria do curso de Pedagogia. O trabalho do projeto contempla “dar uma mão” aos alunos de três escolas de União da Vitória. Escola Municipal Antonieta Montanari, no Bairro São Basílio Magno; Escola Municipal Didio August, na Limeira e a Escola Municipal Duque de Caxias no Bairro São Grabiel. O enfoque do projeto é dar auxílio para alunos que têm dificuldades de aprendizagem. Toda espécie de dificuldades receberão auxílio das bolsistas, supervisores e coordenadora. “Falamos tanto que devemos cuidar dos nossos alunos dentro da sala de aula, mas precisamos cuidar dos nossos docentes com carinho também”, complementa Rosana, tendo em vista que não só os alunos são auxiliados, mas também os professores.
            O Professor Ddo. Ilton Cesar Martins coordena o projeto intitulado: História da África e da Cultura Afro-brasileira: para além da escravidão, do racismo e dos estereótipos. Seu projeto tem relação com a legislação que abrange a cultura africana no contexto da instituição e no âmbito de organização do projeto geral do PIBID. Falando especificamente do projeto que está sob seu comando, o professor afirma que conhecemos pouco sobre o que é a África. “O primeiro passo é construir um conteúdo específico, que será composto ao longo do tempo”, explicou. As escola David Carneiro, Amélia Hobi, Melvin Jones e Judite Góes de Lima farão parte do projeto. São 24 acadêmicos do curso de História envolvidos. A ideia central do projeto é tornar conhecida a história da África e cultura afro-brasileira e disso formar uma metodologia discutindo quem ensina e de que forma se ensina a história da África no Brasil. “Para mim deveria existir educação pública de qualidade para todos. A escola precisa existir para qualificar as pessoas, fazer reflexão sobre seu papel social, senão não tem sentido”, comentou.
            A coordenadora institucional, Profª Ms Marcia, reforçou ainda a importância da participação e cooperação de todos para o bom aproveitamento e sucesso do projeto.
 
Pibid
            O Pibid foi criado com a finalidade de valorizar o magistério e apoiar estudantes de licenciatura plena das instituições federais e estaduais de educação superior. Em 2009 aconteceu a segunda edição do programa que ofereceu bolsas para aprimorar a formação docente e contribuir para elevação do padrão de qualidade da educação básica. Um dos objetivos do Pibid é a elevação da qualidade das ações acadêmicas voltadas à formação inicial de professores nos cursos de licenciatura das instituições públicas de educação superior. Assim como a inserção dos licenciados no cotidiano de escolas da rede pública de educação, o que promove a integração entre educação superior e educação básica.


Fonte: www.capes.gov.br

 
Fotos


Vice-diretora da Fafiuv, professora Ms. Leni Trentim Gaspari


Coordenadora do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Pesquisa (Pibid), professora Ms. Márcia Marlene Stentzler


Educadores presentes




Secretária Municipal de Educação (Semed), Marli Brugnago


 


 
Assessoria de Comunicação


Coordenadora: Ana Paula Such

Acadêmicos: Wannessa Stenzel  e Sidney Muran

Praça Coronel Amazonas, S/N - Centro Cx. P. 291 - CEP: 84600-000 - União da Vitória - PR - Fone/Fax: (42) 3521-9100