Fafiuv vive momento histórico


 
Na noite de segunda-feira, 14, professores, acadêmicos, funcionários e comunidade participaram de um importante debate sobre a possibilidade de fusão da Fafiuv com a Unicentro ou UEPR e ainda possibilidade de união com a Uniuv


 
 
           “Viemos aqui para ouvir. O governador Pessuti quer saber o que é bom para os jovens da região. Estamos abertos para conversar e escolher o melhor caminho”, antecipou o Secretário da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti), Nildo José Lübke. O secretário não confirmou a viabilidade da proposta, apenas disse que é necessário um estudo mais aprofundado.
           O deputado estadual Pedro Ivo Ilkiv foi além e confirmou que para se unir à Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) o governo do Estado do Paraná terá que compensar a instituição, com sede em Guarapuava, financeiramente.
           Existe ainda a proposta de união entre a Fafiuv e a Uniuv, agregando espaço físico e, de imediato, disponibilizando R$ 10 milhões em dinheiro. Na noite de segunda-feira,14, ainda, foi exposta a intenção de criar mais uma universidade estadual, agregando sete instituições espalhadas pelo Estado.
           Na abertura do evento o diretor da Fafiuv, Bel. Valderlei Sanches, fez um pedido que, independente do caminho escolhido,  haja união. “Seja qual for a decisão, vamos vestir a camisa e seguir juntos”, afirma Valderlei.
            Dentro do ginásio da Instituição, local da reunião entre autoridades, professores, acadêmicos e funcionários foi significativa a manifestação em prol da fusão com a Unicentro. Um outro bloco, marcado pela presença do prefeito de União da Vitória Carlos Alberto Jung (Juco) e pelo reitor da Uniuv Jairo Vicente Clivatti, defendeu a unificação com a Uniuv, hoje municipal. Por sua vez, Zeferino Perin, presidente da Fundação Araucária, defendeu a proposta da UEPR (nome provisório da fusão das sete faculdades isoladas em torno de uma instituição única – Universidade Estadual do Paraná). Contudo, Nildo disse que isoladas as faculdades não vão continuar.
           O secretário da Seti ouviu a defesa da proposta do bloco da Unicentro e do bloco da Uniuv. A proposta de fusão com a Unicentro funda-se no princípio de unir-se a uma instituição já consolidada e com características parecidas regionalmente. Ampliação da pesquisa e extensão é outro ponto importante. O bloco atesta que existirá isonomia em relação à Guarapuava e, tornando a Fafiuv campus da Unicentro, terá autonomia em seus cursos com possibilidade de ampliação da oferta de novos cursos.
           O entrave, confirmado por Pedro Ivo, é a necessidade de o Estado ampliar a infra-estrutura deste possível campus e disponibilizar mais dinheiro no orçamento da Unicentro. Ainda, Nildo não confirmou esta possibilidade, nem um maior aporte de recursos. Apenas disse que existe “um namoro”.
           Sobre a Uniuv, a ideia principal é tornar pública a oferta de mais 17 cursos, hoje pagos. Existe uma estrutura física bem ampla à disposição. O reitor da proponente explicou que os cursos são diferentes e complementares aos existentes na Fafiuv. O ponto forte da proposta, além da estrutura física disponível, é R$ 10 milhões em caixa para investir de imediato e a parceria com a prefeitura de União da Vitória, na estruturação e investimento. O que precisa ser observado é a estadualização da entidade atualmente municipalizada. O bloco da Unicentro até entende que é importante isso, mas vê a fusão das duas à instituição como melhor alternativa. De imediato a Fafiuv, depois a Uniuv.
           Nildo esquivou-se de falar da Unicentro, disse que a proposta da Uniuv precisa ser analisada. Lembrou que recentemente as faculdades de Laranjeiras e Pitanga foram incorporadas à Unicentro. Mas o site da instituição ainda não traz em seu menu nenhuma informação sobre estes campis.


 
 
 
 
 
 
 
Fotos


Professores, acadêmicos e comunidade presentes ao debate


Deputado Estadual, Pedro Ivo Ilkiv


Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti), Nildo Lübke


Prefeito de União da Vitória, Carlos Alberto Jung (Juco)


Presidente da Amsulpar e prefeito de Paula Freitas, Paulo Almeida


Mesa de autoridades


Mesa de autoridades


Reitor da Uniuv, Jairo Vicente Clivatti


Vice-diretora da Fafiuv, professora Ms. Leni Trentim Gaspari


Diretor da Fafiuv, Bel. Valderlei Garcia Sanches


Participação de professores e acadêmicos na tribuna

 

 Assessoria de Comunicação
Coordenadora: Ana Paula Such
Texto: Sidnei Muran

Fotos: Wannessa Stenzel

 

 

Praça Coronel Amazonas, S/N - Centro Cx. P. 291 - CEP: 84600-000 - União da Vitória - PR - Fone/Fax: (42) 3521-9100