Guilherme Romanelli dá um show de conhecimento e cultura durante a Semana de Pedagogia da Fafiuv

  “Pouco importam as notas na música,

o que importa são as sensações produzidas por elas!”

           A frase do poeta Leonid Pervomaisky resume a conferência ministrada na noite da segunda-feira, 23, no Cine Teatro Luz, pelo professor Dr. Guilherme Romanelli.

            Com o tema A Música nasce da Diversidade: um modelo para a educação, Romanelli abriu o ciclo de palestras do VII Encontro Científico Pedagógico, V Simpósio de Educação e I Encontro PIBID do Colegiado de Pedagogia da Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras (Fafiuv). O evento que aconteceu entre os dias 23 a 27 de maio, reuniu acadêmicos de Pedagogia e interessados das áreas afins. O tema do evento este ano foi “Educação e Diversidade: Pedagogia e Inclusão Social”.

            O evento que é realizado anualmente tornou-se tradição na Fafiuv. Para este ano foram mais de 400 inscritos. De acordo com o coordenador do curso de Pedagogia, professor Dndo. Aurélio Bona Junior, o evento teve como objetivo promover reflexões teórico-práticos a cerca dos novos saberes e práticas educativas.

           Quem também comemora o sucesso da atividade é o diretor da Instituição, Valderlei Garcia Sanches. “Quando vamos a um evento e ele já está na sua VII edição, como é o caso do evento de Pedagogia, comprovamos que ele é um sucesso. Parabenizo o envolvimento dos professores e acadêmicos pela realização do evento”

 

 

 Conferência

         A conferência ministrada pelo professor Romanelli foi no ritmo da música. Pois falar sobre música não é uma tarefa difícil para o professor. O conhecimento sobre o assunto flui como se fosse um evento musical. Para o professor, o importante é viver a música. “Eu falo sobre música com muito carinho. É uma linguagem artística onde é possível enxergarmos o mundo de outras maneiras”.

 

         Com o tema A Música nasce da Diversidade, o doutor em educação abordou o assunto de maneira interativa com o público. Informação e pitadas de bom humor não faltaram durante a apresentação. Segundo Romanelli, a música é um rico instrumento para o Ensino e Aprendizagem. “A música é uma outra maneira de comunicação. Ela pode ser utilizada como suporte das aulas em todas as disciplinas”. Segundo o educador, a música nos faz recordar, imaginar, viajar.

Linguagem artística

 

         De acordo com o professor, todas as pessoas conhecem a música e sabem muito mais sobre esta linguagem artística do que imaginam. “Somos sujeitos musicais. Não existe sociedade humana sem música”.

           Romanelli acrescenta ainda que a música tenha influência histórica sobre os povos. Prova disto, é que a linguagem marca presença em cada época. Ele afirma que não existe ‘bula’ para a utilização da música. “Por isso a música é uma aliada para o Ensino e Aprendizagem”.

           Após a fala do professor, o público seguiu o ritmo musical e acompanhou a apresentação das acadêmicas de Pedagogia que envolveu o público com a temática do evento.

 

Um pouco sobre o Professor Violinista

            Com um currículo arraigado de experiência profissional, Romanelli é violinista e possui graduação em Educação Artística - Habilitação em música pela Faculdade de Artes do Paraná, doutorado e mestrado em Educação pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Atualmente é professor assistente da UFPR no Departamento de Teoria e Prática de Ensino, do setor de Educação. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Musical.

        

 

Serviço: Informações podem ser obtidas no endereço eletrônico www.fafiuv.br ou no Colegiado de Pedagogia da Fafiuv, na praça Coronel Amazonas. O telefone é o (42) 3251- 9100.

 

 

 

FOTOS

Professor Dr. Guilherme Romanelli interagindo com o público

 

 

 

 

Apresentação acadêmicas de Pedagogia 

 

 

 

 

Assessoria de Comunicação

Coordenadora: Ana Paula Such

Acadêmica: Wannessa Stenzel  

 

 

Praça Coronel Amazonas, S/N - Centro Cx. P. 291 - CEP: 84600-000 - União da Vitória - PR - Fone/Fax: (42) 3521-9100