LUTO - Nelson Antônio Sicuro

LUTO

 
Nelson Antônio Sicuro
 
Odilon Muncinelli ( * )
            As letras estão em luto, tristes e pesarosas. Ocupo-me hoje da figura ilustre e admirável de um “imortal” – o acadêmico Nelson Antônio Sicuro, que, na última segunda-feira, dia 28, “mudou-se para o andar de cima”, aos 74 anos de idade.
 
            Nascido no dia 12 de dezembro de 1936, em Bateias de Baixo, no Município de Campo Alegre (SC), o professor, escritor e poeta Nelson Antonio Sicuro era formado em Filosofia Pura pelo Seminário Maior do Espirito Santo (São Paulo, Capital), em Direito e em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (Curitiba) e em Francês pela Alliance Française de Curitiba (Université de Nancy). Pós-graduado em Língua Portuguesa pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (Paraná).
 
            Ainda jovem veio morar aqui na Beira do Iguaçu, mais exatamente em Porto União. E foi professor no Colégio Estadual Túlio de França (1963-1988), professor fundador do Colégio Estadual Coronel Cid Gonzaga (hoje, Escola de Educação Básica) e professor na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de União da Vitória no Curso de Letras. Enfim, participou intensa e ativamente na Educação e Cultura Local, como Coordenador Local de Educação da 8ª Região (Porto União, SC), como Diretor do Colégio Estadual Coronel Cid Gonzaga (Porto União, SC, de 1967-1971), como Diretor da FAFI (União da Vitória, PR, de 1983-1987), como Coordenador da Coleção do Vale do Iguaçu (publicação da FAFI) e como flautista em grupos locais de música instrumental, inclusive na Orquestra Sinfônica da Universidade Federal do Paraná. Além disso, foi o criador do logotipo do Túlio, do Cid e da FAFI de União da Vitória.
 
            Foi membro fundador da Academia de Letras do Vale do Iguaçu.
 
Obras publicadas: Esboço de uma Ortografia Fonêmica, Explicações de Textos (autores brasileiros), Explicações de Textos (autores portugueses), Prismas (coordenação – 7 volumes), Antologia do Vale do Iguaçu (co-autoria com Francisco Filipak, 1976), Gramática & Gramática e por último Grafia Fonêmica da Língua Portuguesa do Brasil (2011). A publicar: 20 Poemas Meio Infantis.
 
            Eu o conheci bem de perto, como amigo leal, franco, discreto e moderado. Agora, só me resta dedicar-lhe esta sentida oração. E rogar a Deus que o receba e o tenha na Sua Santa Casa, ao lado da sua grande companheira Neli! Minhas sinceras condolências aos seus dois filhos.
 
 
Beira do Iguaçu, Novembro de 2.011
______________________________________________________

( * ) Advogado e Membro da Academia de Letras do Vale do Iguaçu

 

Assessoria de Comunicação

Praça Coronel Amazonas, S/N - Centro Cx. P. 291 - CEP: 84600-000 - União da Vitória - PR - Fone/Fax: (42) 3521-9100