CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNESPAR SE REÚNE PELA SEGUNDA VEZ

O principal objetivo da reunião era aprovar os últimos documentos necessários ao protocolo do pedido de credenciamento junto ao Conselho Estadual de Educação (CEE)

            Nos dias 21 e 22 de maio, na sede da Academia Policial Militar do Guatupê, atual Escola Superior de Segurança Pública, reuniu-se, pela segunda  vez, o Conselho Universitário Provisório da UNESPAR. Em pauta estavam 1) aprovação do PPI (Projeto Pedagógico Institucional), 2) o relatório dos peritos externos que fizeram verificação in loco para posicionamento sobre o credenciamento, 3) aprovação do Projeto de Lei de alteração da UNESPAR segundo sua nova configuração, 4) aprovação do regulamento da pós-graduação stricto sensu, 5) aprovação do regulamento de eleição para Reitor e Vice-Reitor da UNESPAR.
            Tendo sido organizado por representantes de todas as instituições que compõem o projeto da UNESPAR, o PPI foi amplamente discutido nas bases, cabendo ao COU aprová-lo sem maiores ajustes.
            Sobre o relatório dos peritos externos, que foi favorável ao credenciamento – com algumas observações  – o COU decidiu encaminhá-lo ao CEE junto com os demais documentos que farão parte do processo de credenciamento da Universidade, e aguardar seu posicionamento antes de tomar providências acerca das observações feitas.
            O Regulamento da Pós-graduação Strictu sensu foi também aprovado, bem como o regulamento de eleição para Reitor e Vice-Reitor. As datas de realização do processo eleitoral ficaram condicionadas à data do Decreto Governamental que criará definitivamente a UNESPAR, caso o parecer do CEE seja favorável. Estima-se que o pleito ocorra ainda no segundo semestre de 2012.
            Quanto à aprovação do Projeto de Lei que será encaminhado à Assembléia Legislativa, o Secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior – atual Reitor da UNESPAR – Alípio Leal, ponderou que há uma expectativa do Governo do Estado no sentido de que a Sede da Reitoria seja instalada no interior do Estado, e submeteu a questão ao COU, que havia aprovado na primeira reunião a indicação da cidade de Curitiba. O COU entendeu que a escolha de Curitiba foi feita com base em critérios claros e determinantes, do ponto de vista geográfico, administrativo e logístico, e por isso não mudaria a indicação. Dessa forma, caberá à Assembléia Legislativa deliberar sobre o caso.
            Participaram da reunião, representando a FAFIUV, o diretor Valderlei Sanches, os professores Armindo Longhi, Aurélio Bona Júnior, Karim Brito e Michele Dias Veronez, o agente administrativo Ericson Prust (suplente da conselheira Elizabete Empinotti) e a acadêmica Marisane Leite.

 

Assessoria de Comunicação
Coordenadora: Ana Paula Such
Acadêmica: Wannessa Stenzel

Praça Coronel Amazonas, S/N - Centro Cx. P. 291 - CEP: 84600-000 - União da Vitória - PR - Fone/Fax: (42) 3521-9100